Anuncie connosco
Pub
Opinião
João Alexandre – Músico e Autor
João Alexandre
Músico e Autor

Ninho de Cucos

Bruce Springsteen - Western Stars

4 de agosto de 2019
Partilhar

Que surpresa maravilhosa nos oferece Bruce Springsteen no seu décimo nono álbum de originais, lançado no passado dia 14 de junho e intitulado “Western Stars”.

Numa altura em que muito poucos imaginariam sequer um novo disco, o “Boss” que completa 70 anos de idade no próximo mês, presenteia-nos com a inspiração e grandiosidade convincente em 13 temas novos, num total de 51 minutos de música incrível. Um manifesto de reafirmação e vitalidade do veterano músico. Desde “Nebraska”, outra das obras-primas de Springsteen, editada em 1982 que o lado cinemático das suas canções não era tão evidente, desta feita não pela via do obscuro, da quase solidão e do deserto mas antes pelas vibrantes histórias do Oeste repletas de intencionais clichês e envoltas na estética folk pop americana de início dos anos 70.

Na verdade a opulência de “Western Stars” que começou a ser pensado e trabalhado há 8 anos atrás, tendo sido gravado em 6 estúdios diferentes, resulta não só da qualidade dos arranjos orquestrais de cordas e sopros, da produção polida e da interpretação dos 30 músicos assinalados na ficha técnica mas também do próprio conceito do disco, no qual Bruce Springsteen compila o que de melhor existe na sua carreira, “a jewel box of a record” refere o músico.

“Western Stars” o tema título, fala de um ator que chegou a ser dirigido por John Wayne mas que é apenas reconhecido como figurante em anúncios a cartões de crédito e que recorre ao viagra na esperança que lhe traga de volta tudo o que de bom a vida tem.

“There Goes My Miracle”, “Stones”, “Tucson Train” e “Hello Sunshine são mais alguns dos temas radio-friendly e baseados nas histórias contadas e captadas por Bruce Springsteen ao volante da sua pick up.

“Moonlight Motel” encerra de forma bela e serena o disco “Western Stars” mas sem qualquer nostalgia ou sinal de despedida. Sabem que mais? Bruce Springsteen é o expoente do envelhecimento ativo e tem agendado para 2020, novo disco com a sua E. Street Band (para além de reedições, “Born in the USA” por ex.).

Este “Boss” é danado!

 

Facebook/BruceSpringsteen

Última edição

Gala Notícias de Loures

Gala | Notícias de Loures

Opinião

Eleições

Newsletter