Anuncie connosco
Pub
Opinião
João Alexandre – Músico e Autor
João Alexandre
Músico e Autor

Ninho de Cucos

Melody’s Echo Chamber - Viagem atribulada

9 de julho de 2018
Partilhar

Melody’s Echo Chamber é o nome do projeto parisiense de Melody Prochet criado em 2012 e que segue a tradição de bandas pop art como os Stereolab ou Broadcast.

Melody Prochet, atualmente com 31 anos de idade, passou por algumas bandas anteriores ao nascimento de Melody’s Echo Chamber entre os quais se salientam os My Bee’s Garden com grande protagonismo de Melody e que asseguraram em 2010 as primeiras partes da tour europeia dos Tame Impala. Desses encontros resultou uma amizade e o namoro entre Melody e Kevin Parker o vocalista e guitarrista dos Tame Impala que viria a oferecer-se para a produção do trabalho estreia do material a solo da artista, já sob o nome de Melody’s Echo Chamber.

Gravado rapidamente no estúdio de Parker e na casa da avó no sul de França o 1º disco de Melody’s Echo Chamber, editado em 2012, é um manifesto de afirmação de doçura, sonhos e ecos, vozes leves com brisa, num ambiente ora psicadélico, ora folk ou prog de música indie pop rock, espalhado em muitos palcos por todo o mundo.

Dois anos depois, Melody e Parker iniciam gravações para o que seria o segundo trabalho de Melody mas a determinada altura e percebendo quão difícil seria a conclusão do mesmo, até pela mudança de Melody Prochet para a Suécia e do trabalho contínuo dos Tame Impala, esta colaboração foi abandonada naquilo que constituiu uma primeira contrariedade à realização do 2º trabalho.

Na Suécia, juntou-se a elementos dos Dungen e Amazing para prosseguir a sua arte criativa e estilo de composição, incentivando a troca de papéis e instrumentos tocados, guitarras, teclas, flauta, bateria, com os novos companheiros, reforçando o lado psicadélico da sua música e mantendo as vocalizações angelicais, em sussurro ou manipuladas eletronicamente.

As gravações deste 2º álbum foram concluídas no início de 2017 mas eis que um mal nunca vem só. Em abril de 2017 Melody Prochet sofre um grave aneurisma cerebral e em consequência, uma fratura vertebral que a atira para o hospital durante vários meses, cancelando obviamente a edição e os muitos espetáculos marcados.

A recuperação foi demorada mas felizmente possível e pouco mais de um ano após o sério acidente que tanto afetou Melody, foi lançado finalmente, no dia 15 de junho passado, o 2º álbum intitulado “Bon voyage”.

Sem pontos fracos ou de desleixo, “Bon voyage”, inclui 7 canções compostas por Melody Prochet, Reine Fisk e Fredrik Swahn, com destaque para “Cross my heart”, “Desert horse” e “Visions of someone special, on a wall of reflections”. Letras em inglês, francês e sueco, truques de produção na medida certa e o reflexo do hiato passado entre este e o 1º trabalho demonstram que Melody’s Echo Chamber não é apenas uma visão do ex-namorado Kevin Parker e que Melody tem muito dela própria para nos dar agora e no futuro.

A não perder esta viagem atribulada com destino alcançado!

Última edição

Gala Notícias de Loures

Gala | Notícias de Loures

Opinião

Eleições

Newsletter