Anuncie connosco
Pub
Notícias | Ambiente

Projecto Rodoviário

Diligências para saída da A1 em S. João da Talha

2 de julho de 2016
Partilhar

A Câmara Municipal de Loures, no dia 7 de Junho, apresentou um estudo de viabilidade e o respectivo projecto rodoviário para a concretização de uma nova saída na A1 (sentido Lisboa-Porto) defendendo que se trata de uma obra essencial, para a melhoria da circulação naquela zona do Concelho, envolvendo freguesias como Moscavide e Portela, Sacavém e Prior Velho e Santa Iria de Azóia, S. João da Talha e Bobadela. Bernardino Soares referiu que «estes dois projectos removem todos os obstáculos que foram encontrados até agora para a concretização desta saída e, por isso, estamos convencidos de estarem reunidas todas as condições para que venha a ser finalmente realidade». As vantagens seriam óbvias, pois facilitaria a vida a mais de 7 mil veículos, número estimado de utilizadores por dia, além da poupança de tempo, combustível e benefícios ambientais.

As propostas da Câmara preveem a construção de uma via de saída com 400 metros, a construção de uma rotunda e o alargamento da estrada municipal, para que possua maior capacidade de distribuição do trânsito. Ao todo são duas as propostas, semelhantes entre si, mas com diferenças no tipo de escoamento. A via de saída com 400 metros é um dos trunfos que o Município apresenta, pois a anterior proposta, efectuada pelo anterior Executivo, foi rejeitada, principalmente, por esta via ser demasiado curta e criar filas de trânsito.

As expectativas são elevadas e apesar de ser prematuro, prevê-se que o orçamento desta obra ronde os 1,3 milhões de euros, que poderão não ser todos imputados ao Município, pois dependerá de várias negociações a concretizar, caso esta proposta seja aceite pela Brisa e pela Infraestruturas de Portugal.

Última edição

Gala Notícias de Loures

Gala | Notícias de Loures

Opinião

Eleições

Newsletter