Anuncie connosco
Pub
Opinião
Pedro Santos Pereira – Director
Pedro Santos Pereira
Director

Crónicas Saloias

Olha para o que digo e não para o que faço

5 de novembro de 2016
Partilhar

Esta é uma das premissas de alguns de nós. Falamos mas, muitas das vezes, as acções não acompanham as palavras. É comum ser usada em qualquer comunidade e actividade e, principalmente na política, há quem lhe chame propaganda, outros até demagogia. Seja qual for o substantivo escolhido, o verbo que a define melhor é enganar. Tudo por causa da aparência, para parecermos aquilo que não somos, podendo ter como objectivo tirar dividendos pessoais ou colectivos, porque nos vêem de outra forma.

Ou porque existe um vazio e é mais fácil agradar aos que nos rodeiam, do que sermos nós próprios. Independentemente do motivo, esta forma de enganar não é eterna, porque não é genuína nem está intrínseca, o que significa que as incongruências irão aparecer. Bastará estar atento e as aparências deixarão de iludir. Nesta edição do NL resolvemos consultar a opinião popular. O propósito era a avaliação de três anos de governação CDU mais PSD.

A amostra é curta e foi aleatória, tendo como única directriz os inquiridos pertencerem a freguesias diferentes. As respostas são para todos os gostos, umas mais amar- gas para quem governa, outras mais doces. Estamos numa fase em que os políticos estão em aquecimento, porque a campanha autárquica está à porta, com cada candidato a protagonista à procura da melhor posição para arrancar. Também a opo- sição, leia-se Partido Socialista, começa a ser mais pertinente e meticulosa, parecendo ter acordado.

À parte de tudo isto, ou provavelmente não, o Orçamento Municipal para 2017 foi apro- vado. O IMI continua a baixar, agora num ritmo mais lento: baixou 0,005 pontos percen- tuais em 2015 e 2016 e, no próximo ano, irá baixar 0,003. Mantêm-se também as bonificações, neste imposto, con- soante o agregado familiar, uma particularidade que já tinha sido incluída este ano. Como já disse anteriormente, tudo o que não seja aumentar, nos dias que correm, é sempre positivo. Também como seria de esperar, ou não fosse ano de eleições, o Orçamento engorda para festas e propaganda (esta palavra já foi utilizada anterior- mente e não foi de uma forma positiva), o que revela que as autárquicas do Outono de 2017 já começaram.

Este colunista escreve em concordância com o antigo acordo ortográfico.

Última edição

Gala Notícias de Loures

Gala | Notícias de Loures

Opinião

Eleições

Newsletter