Anuncie connosco
Pub
Opinião
Pedro Santos Pereira – Director
Pedro Santos Pereira
Director

Crónicas Saloias

É importante alcançar, mas também consolidar

8 de janeiro de 2018
Partilhar

Sempre que os ponteiros do relógio determinam a entrada num novo ano, as expectativas e os objectivos apoderam-se do ser humano. Podemos entender como um sinal de ambição, de renovação de energias ou da assunção que nem tudo está bem e que há algo para alcançar.

Independentemente de todas estas possíveis causas, raras são as vezes em que analisamos, o ano ultrapassado. Quando o fazemos, por norma, damos ênfase ao que de negativo se passou. No entanto, esquecemo-nos com frequência de quando essas perdas faziam parte da nossa vida, não dando o seu devido valor quando existiam. Infelizmente, é frequente só darmos relevância àquilo que perdemos.

Mas nesta altura, o foco é no que de positivo podemos atingir, em detrimento das infelicidades vividas. Não se pode dizer que este tipo de visão não seja produtiva, mas na verdade costuma esbater-se à primeira peripécia. Algo natural, pois as expectativas, quando não concretizadas, se transformam em desilusão, numa proporção totalmente directa à vontade do que se almeja. E desconstrói-se porque vivemos nos extremos, seja da felicidade que nos faz voar, seja na depressão que não nos deixa mover. Como é costume, falta-nos equilíbrio. Quando se anda nas pontas de algo que se mexe, a adrenalina sobe na mesma medida do risco que vivemos.

Dar um destaque semelhante, entre o que queremos e o que já temos, pode ser a solução. Dar equilíbrio e valor ao alcançado, assim como àquilo que se pretende. Desta forma, a desilusão será sempre mais curta, pois percebemos que temos bases sólidas para a suportar e onde nos podemos agarrar.

Nós, aqui no Notícias de Loures, queremos fazer mais e melhor, mas não deixaremos de valorizar algumas das acções que temos feito. Continuaremos a divulgar pessoas, associações, clubes e instituições, assim como voltaremos a muitos destes intervenientes, através da Gala do Notícias de Loures.

Nesta edição deixamos um resumo de 2017, com muito mais coisas agradáveis que desagradáveis, não por facciosismo, mas apenas porque assim foi.

Nota final para o prémio recebido por Júlio Pereira, através da Sociedade Portuguesa de Autores (SPA) e para o vice-campeão mundial David Grachat. Atleta da Gesloures, que continua a deslizar nas piscinas por onde nada.

Um Bom Ano para os leitores do NL, na esperança que consigam obter muitos dos seus desígnios, mas que consolidem a maior parte dos objectivos já alcançados em anos transactos.

Este colunista escreve em concordância com o antigo acordo ortográfico.

Última edição

Gala Notícias de Loures

Gala | Notícias de Loures

Opinião

Eleições

Newsletter