Anuncie connosco
Pub
Opinião
Patrícia Duarte e Silva – Psicóloga Clínica
Patrícia Duarte e Silva
Psicóloga Clínica

.

1º dia de aulas! Quem está mais nervoso, os filhos ou… os pais?

3 de setembro de 2016
Partilhar

Quem é que não se lembra do seu primeiro dia de aulas? Ambiente novo, pessoas des¬conhecidas, a primeira vez que ficamos sem os pais …

A entrada na escola é um marco muito importante na vida de uma criança, assim como na vida de toda a família. Para nós, pais, também é uma expe¬riência nova, que exige mudan¬ças na dinâmica familiar e ajustamentos de rotinas. É um momento não só de separação, mas de constatação de que o nosso filho está a crescer.

Passam-nos pela cabeça várias preocupações: “Será que está preparado?”, “Será que se vai portar bem?”, “Será que vai ficar triste por não nos ter por perto?” ou até mesmo “Será que vai gostar da comida?”

Cada criança é um caso e consequentemente tem for¬mas de agir diferentes. Umas mostram-se receosas e inibi¬das com esta nova realidade, outras demonstram um grande entusiasmo. O choro na hora da separação é muito comum e não significa necessariamente que a criança não queira ficar na escola. Da mesma forma que o facto de a criança não chorar não quer dizer que não sinta a ausência dos pais ou até que não tenha algum receio de estar num ambiente que não é a sua zona de conforto.

Contudo, há um outro aspecto muito importante e que não deve ser descurado que é a forma como os pais lidam com a preparação para o primeiro dia de aulas. O seu compor¬tamento, o seu modo de estar e até a forma como verbali¬zam determinadas mensagens influenciam a postura da crian¬ça. Pais inseguros e ansio¬sos podem sem querer passar estes sentimentos à criança, fazendo com esta tenha mais dificuldade na altura da sepa¬ração e na adaptação ao novo ambiente.

Tentem controlar as vossas emoções, despedindo-se de forma habitual, sem demoras nem hesitações, com afecto e firmeza. Relaxem e transmitam a maior segurança possível ao vosso filho de maneira a que este se aperceba de que a escola é um lugar seguro e onde ele vai certamente ser feliz.

Lembrem-se que a primeira impressão é a que fica e o quanto é importante o vosso filho gostar da escola.

Algumas dicas para enfrentar este primeiro dia de aulas sem dramas:

- Prepare o terreno: vá com o seu filho antecipadamente ver a escola nova, façam o cami¬nho de casa até à escola para ele se ir familiarizando;

- Crie-lhe expectativas positi¬vas: fale-lhe das brincadeiras, dos novos amigos, das novas aprendizagens;

- Envolva o seu filho na compra/escolha do material escolar: a sua primeira mochi¬la, os cadernos, o estojo, etc.;

- Ensine-o a preparar a mochila: faça-o sentir o quan¬to esta ida para a “escola dos crescidos” lhe dá responsabi¬lidade, de maneira a que este fique entusiasmado e motivado para o seu primeiro dia de aulas;

- Incentive um espaço de par¬tilha ao final do dia: procu¬re saber como foi o seu dia, mostrando interesse por este mundo novo que ele está a descobrir;

- Institua uma rotina: agora que começaram as aulas e o tempo tem que ser mais dividi¬do, crie um tempo para tudo…

Mas, acima de tudo, não se esqueça: a criança tem de ter sempre tempo para ser criança e brincar!

Este colunista escreve em concordância com o antigo acordo ortográfico

Última edição

Gala Notícias de Loures

Gala | Notícias de Loures

Opinião

Eleições

Newsletter