Anuncie connosco
Pub
Opinião
Anabela Pereira – Nutricionista
Anabela Pereira
Nutricionista

Dieta sem glúten

Tendência ou necessidade?

7 de maio de 2016
Partilhar

Em Portugal, há uma nova tendência alimentar, a preferência de alimentos sem glúten. Actualmente, é possível encontrar nos super¬mercados uma panóplia de produtos sem glúten, tornaram-se a coqueluche dos adeptos de um estilo de vida mais saudável.

O glúten é uma das proteínas mais consumidas no mundo. Está presente em cereais como o trigo, o centeio, a cevada e a aveia e em todos os derivados, como pão, massas, bolos, bolachas e até mesmo a cerveja. Mas a proteína surge ainda em diferentes produtos processados, na composição de molhos, sobremesas instantâneas, chocolates e caldos de cozinha.

No entanto, mesmo sem apre¬sentar qualquer tipo de sintomas há quem acredite que abdicar do glúten ajuda a emagrecer ou a ter uma alimentação mais cuidada. O corte radical do consumo de alimentos com glúten, leva naturalmente a uma redução da ingestão de calorias e assim, a uma possível redução de peso. Mas este efeito não está directamente ligado à retirada do glúten da alimentação e sim à eliminação de alimentos muito calóricos.

Excluir o glúten da alimentação deve ser destinado a pacientes com diagnóstico clínico confirmado de doença celíaca ou alergia ao glúten, salientando-se que o dia-gnóstico clínico é de competência exclusiva do médico.

Uma das diferenças entre a alergia ao glúten e a doença celíaca é que, no caso da alergia existe medicação para minimizar os sintomas ou insensibilizar a pessoa das reacções ao alimento alergénico. Na doença celíaca ainda não existe cura para a reacção auto-imune à proteína, o único tratamento é uma dieta rigorosa isenta de glúten para toda a vida.

É de salientar que a generalização é a base que desvirtua qualquer recomendação alimentar.

A sensibilidade ao glúten e o espectro de patologias associadas não estão presentes em todos os indivíduos. Assim sendo, nem todos beneficiam de uma dieta sem glúten e é um erro utilizá-la como estratégia generalista de redução de peso.

Este colunista escreve em concordância com o antigo acordo ortográfico

Última edição

Gala Notícias de Loures

Gala | Notícias de Loures

Opinião

Eleições

Newsletter