Anuncie connosco
Pub
Notícias | Social

II Gala Notícias de Loures

Cultura | Artes e Imagem

3 de abril de 2017
Partilhar

Recuperação do Palácio de Valflores

O Palácio em Sta. Iria de Azóia, exemplo da arquitetura renascentista em portugal, encontra-se em avançado estado de degradação. Para garantir a reabilitação do edifício considerado património histórico, ao abrigo do Programa POR Lisboa – Lisboa 2020, a Câmara Municipal de Loures e a ADAL cooperam neste projeto com o objetivo de preservar e recuperar o Palácio classificado como Imóvel de interesse público, nomeadamente no que diz respeito à sua sustentação, bem como proceder à conceptualização da sua utilização no futuro.

José Fanha | Escritor

Nasceu em 1951 em Lisboa. Arquiteto, professor e formador de professores.
Viveu no Concelho de Loures de a 1975 a 1995. Foi professor e formador de professores da Escola Secundária de Loures e integrou o grupo de professores que lançaram o movimento para que o seu patrono fosse José Afonso. Habitou neste Concelho no ano em que participou nos concursos da RTP “Visita da Cornélia” e “Vamos caçar mentiras”, e ainda quando integrou a equipa dos programas de rádio “Pão com Manteiga” e os programas de televisão “Zarabadim”, “Uma história ao fim do dia”, “Rua Sésamo”.
Gosta de se dizer divulgador de poesia, traficante de palavras claras, contrabandista de sonhos, habitante da solidariedade e da utopia, cidadão de corpo inteiro desde sempre e enquanto durar.

Loures Arte Pública

Este evento de divulgação e promoção da arte pública trouxe cerca de 100 artistas ao concelho deixando as freguesias mais coloridas através de um amplo conjunto de iniciativas. A arte urbana colocou Loures além fronteiras constituindo uma referência nacional e também internacional, aproximando simultaneamente população e cultura tornando-se para esta um motivo de orgulho e transmitindo um sentimento de pertença.

Wally

Projeto de arte pública que alertou para o sentido como a crise de refugiados é abordada individual e socialmente, desafiando as pessoas a observar de uma forma diferente através de um olhar humano e não político. Este trabalho crítico de Rita Guimarães, teve um fundamento humanitário pretendendo recuperar histórias e rostos dos refugiados, pintados em lençóis espalhados pela zona sul do Concelho.

Biblioteca Ary dos Santos

O novo equipamento municipal situado em Sacavém, resultou da reconversão do antigo quartel dos Bombeiros Voluntários de Sacavém. No átrio central que compreende um deck de madeira, predomina a luz natural. É ajardinado e tem comunicação com o espaço verde exterior onde se encontram espalhadas várias bolas de luz, condições favoráveis para zona de estar e leitura. Pretendeu-se conseguir uma «humanização do espaço». Ainda neste piso, existe uma parede branca onde figuram quatro molduras que mostram painéis de azulejos da Fábrica de Loiça de Sacavém que foram recuperados do antigo quartel de bombeiros, inaugurado em 1936.
Na fachada lateral bem como em cada um dos 3 pisos, ressaltam as palavras de Ary dos Santos.

Última edição

Gala Notícias de Loures

Gala | Notícias de Loures

Opinião

Eleições

Newsletter