Anuncie connosco
Pub
Notícias | Saúde

No pólo do IS Técnico

Bobadela pode acolher doentes com cancro

19 de março de 2018
Partilhar

Uma nova unidade de tratamento de doentes com cancro, do Serviço Nacional de Saúde, poderá vir a funcionar no Campus Tecnológico e Nuclear do Instituto Superior Técnico (IST), na Bobadela.

As linhas orientadoras para uma nova unidade de tratamento do cancro, baseada na física nuclear, foram aprovadas, no dia 15 de fevereiro, em Conselho de Ministros. O Governo pretende, agora, que esta unidade que se caracteriza por recorrer a terapias de feixes de partículas de elevada energia, esteja instalada em 2022, permitindo tratar anualmente 700 doentes.

A notícia de que esta unidade poderá vir a funcionar no Campus Tecnológico e Nuclear do IST, na Bobadela, foi acolhida com grande satisfação pela Câmara Municipal de Loures que, desde 2012, tem vindo a reforçar e a consolidar a sua relação de parceria com o Instituto Superior Técnico, de modo a enriquecer a vida cultural, artística, científica e social do Município.

O projeto, para o qual foi criado um grupo de trabalho, formado nomeadamente por representantes do ministério, do Instituto Superior Técnico e do Instituto Português de Oncologia de Lisboa, implica um investimento de 100 milhões de euros, que Manuel Heitor, ministro da Ciência, Tecnologia e do Ensino Superior, pensa poder ser suportado por fundos comunitários e por fundos reembolsáveis do Banco Europeu de Investimento.

De acordo com o ministro, esta tecnologia tem menos efeitos secundários do que a quimioterapia e radioterapia, sendo igualmente utilizada com aplicações na oncologia na Alemanha, no Reino Unido e na Suíça.

Última edição

Gala Notícias de Loures

Gala | Notícias de Loures

Opinião

Eleições

Newsletter