Anuncie connosco
Pub
Notícias | Política

Celebração

Assembleia Municipal celebra liberdade e democracia

7 de maio de 2016
Partilhar

No âmbito das comemorações do 25 de Abril no Município, realizou-se, na Portela, uma sessão da Assembleia Municipal de Loures.

A sessão solene teve início com a atuação do grupo Contrastes, da Escola Fort’aplauso, à qual se seguiram as intervenções dos vários grupos políticos com assento na Assembleia Municipal.

A presidente da Assembleia Municipal de Loures, Fernanda Santos, relembrou os ideais e as conquistas de Abril, afirmando: “Estamos a celebrar mais um aniversário da Revolução de Abril, o dia inicial que marcou de modo inabalável uma nova etapa da nossa história recente. O dia em que tudo parecia possível, em que os sonhos de uma vida melhor, em circunstâncias de direitos iguais para todos, se concretizaram”.

“Dois anos depois, em Abril de 1976, é aprovada a Constituição da República Portuguesa, na qual sonhos, esperanças e direitos ficaram consagrados”, disse a autarca, referindo-se, de seguida, à celebração dos 40 anos da realização das primeiras eleições autárquicas.

O discurso de Fernanda Santos ficou ainda marcado pela importância que o Poder Local Democrático assumiu na vida dos portugueses após o 25 de Abril: o acesso ao saneamento e abastecimento de água, estradas alcatroadas, habitações con-dignas, construção de escolas e bibliotecas, acesso à cultura e ao desporto, tudo isto se tornou possível com o apoio das autarquias e do movimento associativo. “É ainda o Poder Local que está à frente dos anseios das suas populações, apoiando as lutas e os direitos dos seus munícipes ou fregueses, como é o caso do nosso Concelho”, afirmou a presidente da Assembleia Municipal de Loures.

Fernanda Santos fez ainda referência à reorganização administrativa do território e das freguesias, apelando ao apoio junto da população: “Teremos de aprender com essa experiência e defender a nossa população, ouvindo-a sobre esta matéria e ouvindo os órgãos autárquicos. Chegou a altura de exigir, de uma vez por todas, que sejam cumpridas as promessas, feitas ao longo dos tempos, de mais competências e respetivos meios para as autarquias”.

A sessão terminou com a atuação do Grupo Coral da Portela e ao som daquela que se tornou a canção da Revolução do 25 de Abril: Grândola, Vila Morena.

Última edição

Gala Notícias de Loures

Gala | Notícias de Loures

Opinião

Eleições

Newsletter