Anuncie connosco
Pub
Notícias | Desporto e Lazer

no passado dia 13 de outubro

FolkLoures19

5 de novembro de 2018
Partilhar

De geração em geração

 

Foi no passado dia 13 de outubro, que o Grupo Etnográfico Verde Minho sediado no concelho de Loures, organizou mais um Encontro de Concertinas, desta vez em À-das-Lebres, onde não faltaram cantares e danças folclóricas, sapateado e demonstrações da forma de obtenção do milho e do centeio, com trajes a rigor.

 

O Grupo Etnográfico Verde Minho

 

Nascido em Loures em 1994 sob a forma de associação sem fins lucrativos, surge com o intuito de reunir os minhotos radicados na região de Lisboa e de promover o folclore do Minho.

Constituído por iniciativa de um grupo de pessoas provenientes daquela zona do país, dele fazem parte 50 membros, com idades compreendidas entre os 9 e os 75 anos de idade, dedicados a tocar instrumentos musicais, a cantar ou a dançar. As danças ficam, habitualmente, a cargo dos mais jovens, pelo acréscimo de agilidade e, as cantigas costumam ser atribuídas aos mais velhos, que ainda conservam a sua pronúncia original.

O Grupo que pretende, no futuro, adquirir local próprio para os seus eventos, sobrevive das quotas de associados, da generosidade de patrocinadores, do apoio do Município e das Juntas de Freguesia de Loures, bem como de parcerias estabelecidas com vista à sua participação em eventos culturais. No entanto, tal não obsta a que, também faça parte de eventos solidários, o que o torna particularmente bem aceite e reconhecido entre a comunidade.

 

Manter as tradições

 

Muitos foram aqueles que rumaram às cidades, vindos de zonas maioritariamente rurais do país, em busca de novas oportunidades. Entre eles, está Teotónio Gonçalves, o presidente desta organização, minhoto de alma e coração que, com 14 anos, veio viver para perto da capital. No entanto, a mudança de casa não alterou a cultura enraizada na família, tradição que define como “a sua identidade”, “património cultural anterior à padronização de mentalidades derivada da industrialização”, e que pretende transmitir às próximas gerações.

 

Contacto entre gerações

 

Procuram ligar gerações, contribuindo para a formação da personalidade de crianças e adolescentes, através do respeito, da amizade e da sabedoria dos mais velhos. Para o Grupo, “são poucas as formas de participação na sociedade que, à semelhança do que sucede com os ranchos folclóricos, contribuem para um relacionamento saudável entre pessoas das mais variadas gerações, conservando os mais jovens afastados dos vícios e malefícios que a sociedade atualmente vem oferecendo”. No entanto, também aqueles que contam com maior tempo de existência, podem manter um espírito jovem na companhia de filhos e netos.

 

Contacto com os emigrantes

 

O contacto com os emigrantes é sentido como um encontro de família uma vez que, também eles, se sentem "emigrantes" dentro do seu próprio país pois, também eles, deixaram família e amigos em busca de melhores condições de vida em terras portuguesas distantes, com gentes e costumes diversos.

 

Encontro de Concertinas

 

Foi, assim, que se realizou no passado dia 13, a 17.ª edição do Encontro de Concertinas, nas instalações do Grupo União Lebrense, que contou com a presença de mais de cem pessoas, a maioria delas, pertencente a agrupamentos musicais.

A confraternização originada pelo almoço, de que fizeram parte vários grupos musicais, deu lugar a timbres de acordeões e bombos, a passos de dança, ao sapateado de Michel, o conhecido professor francês que vive em Loures há mais de 40 anos e, à recriação da desfolhada do milho seguida da malhada do centeio.

 

FolkLoures19

 

O Encontro de Culturas, com projeção nacional e internacional, organizado no Concelho há mais de duas décadas, assume-se como o maior festival de folclore da região. A 26.ª edição do FolkLoures decorrerá no Parque da Cidade, no dia 6 de julho do próximo ano.

Tendo o Verde Minho como anfitrião e, estando ainda a aguardar a confirmação de outras organizações, contam com a presença do Grupo de Danças e Cantares da Madeira, do Rancho Folclórico de Penafiel, do Rancho Folclórico de Moreira de Cónegos, do Baile dos Pedreiros de Penafiel, do Grupo Coral Camponeses de Pias, de Goeses da Casa de Goa de Lisboa e do Grupo de dança Sankofa Blake Gold, festa a não perder.

Última edição

Gala Notícias de Loures

Gala | Notícias de Loures

Opinião

Eleições

Newsletter