Anuncie connosco
Pub
Notícias | Cultura

Grupo Folclórico e Etnográfico Verde Minho promoveu

Sarrabulho para lourense provar

14 de março de 2018
Partilhar

A partir de agora, arroz de sarrabulho e rojões à moda de Ponte de Lima faz parte do menu gastronómico do concelho de Loures. A primeira edição desta jornada gastronómica aconteceu a 4 de fevereiro, no refeitório da Câmara Municipal de Loures e reuniu quase três centenas de pessoas, entre apreciadores da comida minhota e muitos que procuravam, pela primeira vez, provar este prato centenário.

Esta iniciativa foi promovida pelo Grupo Folclórico e Etnográfico Verde Minho, em parceria com a Câmara Municipal de Loures, a Confraria do Arroz de Sarrabulho à Moda de Ponte de Lima e alguns dos mais renomados restaurantes de Ponte Lima.
Segundo Teotónio Gonçalves, diretor do Grupo Folclórico e Etnográfico Verde Minho, as expetativas previstas inicialmente para este certame foram superadas, tendo o refeitório da Câmara Municipal sido pequeno para acolher as quase três centenas de pessoas que lotaram por completo o espaço.

Foram vários os eleitos municipais do concelho de Loures que marcaram presença nesta jornada gastronómica, que contou ainda com as presenças do comendador Adelino Tito de Morais, em representação da Confraria do Arroz de Sarrabulho à Moda de Ponte de Lima, do Presidente da Assembleia Municipal de Ponte de Lima, do Presidente da Confederação das Coletividades de Cultura, Desporto e Recreio, entre outras personalidades e individualidades.

No final, Teotónio Gonçalves confessou ao NL que a sua maior satisfação foi saber «que a Verde Minho fez uma jornada gastronómica que agradou a toda a gente».
Bruno Simão, que representou neste almoço o presidente da Câmara Municipal de Loures, Bernardino Soares, não escondeu a sua satisfação por mais esta manifestação cultural em Loures e, em declarações ao NL, explicou que «o Município tem esta particularidade, de ser constituído por um conjunto de comunidades das mais diferentes proveniências, o que levou a que nos últimos 40 anos, quase todos os autarcas deste Concelho percebessem que a grande riqueza desta comunidade residia na sua diversidade cultural, etnográfica e num conjunto de tradições, saberes e sabores que para aqui trouxeram, fazendo deste um Município único na área metropolitana de Lisboa».

Foi neste sentido que o autarca congratulou a organização por esta iniciativa, enfatizando o papel que este tipo de eventos têm na valorização do Município e na mitigação «das saudades que muitos têm do lugar onde nasceram», rematou.

Para o ano há mais. Os apreciadores pediram e a organização cedeu, marcando a segunda edição dessa jornada gastronómica para o dia 3 de fevereiro do ano que vem.

 

Denizio Boaventura

Última edição

Gala Notícias de Loures

Gala | Notícias de Loures

Opinião

Eleições

Newsletter