Anuncie connosco
Pub
Notícias | Cultura

Sempre igual, diferente!

Artelier? TNR - Plataforma das Artes de Rua (Loures.PT)

5 de novembro de 2016
Partilhar

Artelier? sempre igual, diferente!

Sobre a Companhia

A companhia internacional trabalha em torno da produção de criações artísticas híbridas e pluridisciplinares em espaço público e cenário natural, na poetização e ficção dos espaços tempos e lugares. Para a construção das suas propostas Artísticas e Eventos, a “Artelier?” utiliza variadas vezes teatro participativo e meios audiovisuais multimédia.

A "Artelier?" já se apresentou em França, Espanha, Alemanha, Itália ,Holanda, Suíça, Tunísia, Macau, Rússia e em Portugal, mais de mil atuações, abrangendo 80% do território nacional e todos os distritos e capitais de distrito.

Os projetos da companhia incluem máquinas de cena e atores de rua com formação superior específica e variam desde a animação de rua, a produção de Cenografia Urbana , VideoMapping , desfiles urbanos, recriação Histórica e criação de objetos artísticos contemporâneos (performance e instalação | teatro de rua). A investigação do grupo é em torno da temática “novas tradições”, que inclui o folclore e os contos populares, romanceiros, lendas e etnografia numa perspetiva de ficção cientifica. O Inatel, o Ministério da Cultura, o IEFP, as diferentes Comunidades Intermunicipais, as Associações de Desenvolvimento Local, a Europa (programa Provere) e, claro, os Municípios são os principais parceiros e interlocutores numa história que se cruza com os interesses das populações e da cultura popular e da criação artística, que emana de Loures e da companhia desde há vários anos.

A permanente criação em continuidade permite ao grupo a criação e produção de eventos e efemérides de pequeno, médio ou grande formato.

Os seus colaboradores são jovens emergentes ou profissionais com formação clássica e superior em áreas como design, arquitetura, etnografia e, claro, teatro.

A estrutura passa atualmente, como várias estruturas culturais, por uma grande dificuldade de integrar em pleno emprego os vários trabalhadores precários, sendo que integra o movimento Rue Livre International, movimento para a Liberdade de Utilização artística do espaço público, tendo eleito como bandeira a luta contra a precariedade dos seus trabalhadores e dirigentes e para a dignificação do trabalhador artístico, seja ele dirigente ou colaborador.

Nuno Paulino – o Fundador

Fundada em 1996 pelo dramaturgo urbano, Nuno Paulino, a Companhia celebra este ano o seu 20º Aniversário, sendo originária de Odivelas, à época concelho de Loures. Nuno Paulino foi colaborador do Teatro da Malaposta, fazendo parte da equipe de animação sociocultural. Designer gráfico de formação técnica frequentou, como único português, a FAI-AR (Formation Advancee Itinerante Pour les Arts de la Rue) em Marselha, França, onde estudou dramaturgia urbana na primeira turma europeia desta prefiguração, a primeira formação superior em teatro de rua.

O Presente

Com Fernanda Poeira, na direção de produção, a Artelier? percorre um caminho único, de forma a satisfazer a missão de transformar o panorama de artes em espaço público no concelho de Loures. Capitalizando as suas valências profissionais em retorno social, fundam a associação Teatro Nacional de Rua em 2004 e a Plataforma informal PAR em 2013.

A Artelier? - TNR - formam assim a Plataforma das Artes de rua sediada, atualmente, na Portela da Azóia , fruto de um trabalho de vários anos entre os executivos municipais e de uma pretensão da companhia de ter sede própria para a criação de um centro de criação associativo e profissional dedicado às artes de rua.

Criação Profissional 2017

A Artelier?, em 2017, terá disponível “Navio de Espelhos”, uma criação estreada no festival Imaginárius em Santa Maria da Feira , que ganhou o prémio conjunto de “melhor vídeo turístico 2016” e terá ainda em cena, em itinerância pelo país, “ A Luz no Sagrado”, que estreou em Medina del Campo, integrado no ano dedicado aos estudos sobre Teresa de Ávila e que foi incluído na Capital Europeia da Cultura do Eixo Atlântico. Em reposição estarão os projetos de intervenção Comunitária “OBS DOC”, que permitem a criação de Teatro Documental com as Associações, com uma abordagem disrutiva e inovadora, com vista à criação de teatro de rua de proximidade e comunitário a partir de temas locais e identitários.

Criação Associativa 2017

“O meu corpo é uma bandeira que levarei a enterrar” é uma criação performativa com video mapping que estreou e continuará em cena, como representante associativo.

Nuno Paulino será orador do Fresh Street#2 - Seminário Internacional para o Desenvolvimento das Artes de Rua, o maior evento internacional para profissionais do setor das artes de rua, organizado pela Circus Strada.

Além dos projetos nacionais e internacionais a TNR_ARTELIER? estão a lançar o projeto de parcerias "missão reperage", de consultoria para a criação artística e comunitária em parcerias inter-associativas.

Nesta perspetiva surge a biblioteca informal “Armário”, que é um projeto que pretende também ser apoio à criação artística de jovens e associações amadoras ou profissionais, sendo inteiramente gratuito para todos, nomeadamente para as associações e artistas do concelho de Loures, estando disponível para estudantes do ensino artístico ou superior.

A Associação tem ainda o processo de criação sobre o Bairro da Sacor e sua importância, em parceria com a freguesia de Santa Iria de Azóia, São João da Talha e Bobadela, projeto que já se encontra em “reperage”.

Por avançar ficam ainda os projetos para o Castelo de Pirescoxe, Bairro da Covina, Rio Trancão-Tejo e comunidade da Portela da Azóia (festival de vizinhança ), todos fruto de uma avaliação da companhia, após uma missão reperage, realizada em 2013, com o atual executivo e que aguardam concretização da parceria.

A nível Local a Artelier? aguarda há vários anos a promessa da consagração de um contrato programa, que tarda em ser positivamente avaliada pelo atual executivo camarário após vários anos. Alavancar com dignidade o projeto do Centro de Artes de Rua para o desenvolvimento sustentado dos profissionais e do contributo da associação para o município e dos habitantes é o objetivo.

A Artelier? foi vista ao vivo em 2016 por cerca de 1 milhão de pessoas, em manifestações culturais nacionais e também internacionais. Ambiciona o público de Loures e seus processos com muita vontade.

Última edição

Gala Notícias de Loures

Gala | Notícias de Loures

Opinião

Eleições

Newsletter