Anuncie connosco
Pub
Notícias | Atualidade

Em 2017 outro projeto grandioso se segue

Rui Baptista no Bahrein

6 de fevereiro de 2017
Partilhar

Da última vez que falamos de Rui Baptista estava na Turquia, como arquiteto responsável pelo aeroporto de Istambul. Em 2017 outro projeto grandioso se segue, voltando ao mundo árabe, ao Bahrein, depois de ter estado em Abu Dhabi e Dubai.

A crescente fama que vem adquirindo como um dos melhores arquitetos, a nível mundial, de aeroportos a isso obriga. Sem poiso próprio definido, a vida tem sido uma constante viagem para este “fazedor de aeroportos”, proveniente do concelho de Loures, mais precisamente da Portela.

Ao NL explicou-nos melhor esta nova etapa da sua vida, começando por descrever os objetivos principais da empresa Barhain Airport, que está a desenvolver um novo terminal de passageiros no Aeroporto Internacional do Barhain. O projeto faz parte do programa de modernização do aeroporto para melhorar a infraestrutura e serviços, com vista à resolução de necessidades.

O programa de modernização inclui um novo ‘’Masterplan’’, que inclui a construção de um novo terminal de passageiros, com um valor de contrato total de 1.1 biliões de dólares, além da expansão e recuperação do terminal existente.

A primeira fase do projeto foi oficialmente lançada em março de 2015, com o início dos trabalhos de acondicionamento. A construção do edifício no terminal teve início em fevereiro de 2016 e está planeado terminar em 2020.

A fase inicial perspetiva o aumento da capacidade do aeroporto para 14 milhões de passageiros anuais.

O conceito arquitetónico tem como objetivo «criar um ponto de transferência internacional, único no mundo, para uma entrada no Mundo Árabe. O novo Aeroporto do Barhain vai ser, não só uma plataforma de chegadas e partidas, mas será também a montra de excelência do Reino do Barhain. O projeto pretende celebrar a magia da viagem, criar um espaço memorável, com uma riqueza única de ‘’sense of place’’ para os passageiros que este serve.»

Outro dos pormenores será a Fachada, pois «na arquitetura tradicional islâmica, a geometria, o volume e a luz natural são elementos que têm uma associação imediata com os aspetos funcionais.

Para o novo conceito do Terminal a ideia de incluir no processo estes aspetos fundamentais foi determinante, resultando em linhas e volumes simples, numa composição geométrica proporcional. Simultaneamente, estes pontos reforçam a eficiente imagem de ‘’boutique airport’’ e acolhimento necessários, para colocar este Terminal na frente dos seus competidores regionais.

O novo Terminal terá uma área ocupacional de 220 mil m2, a qual representa quatro vezes mais que o aeroporto atual. A disposição é bastante similar com o edifício existente, com partidas no piso superior e chegadas no piso inferior (piso térreo).

O Terminal vai ser equipado com a mais moderna tecnologia, de modo a elevar o conforto do passageiro (de forma a atingir um nível de serviço B nas tabelas de IATA) e vai ser executado por uma parceria entre a Arabtec Construction (Dubai) e a TAV Construction (Turquia), sendo financiado pelo fundo de desenvolvimento de Abu Dhabi.

Última edição

Gala Notícias de Loures

Gala | Notícias de Loures

Opinião

Eleições

Newsletter